Etiqueta: Fantasia Contemporânea

Resenha | Kitty – Elle S.

Olá Quimeras, Sou a Hemylly Ludymyla, a nova resenhista e também possuo outro blog sobre livros, psicologia e vários outros assuntos, o blog se chama Miss Psy, agora vou fazer parte do Team Bela Quimera e vou para resenhar os livros que leio, bem como outras novidades.

Kitty é o primeiro livro da Editora Arwen aqui no blog, e espero que vocês gostem das minhas resenhas e indicações. 

Kitty
Autora: Elle S.
Gênero: Fantasia Contemporânea e Ficção
Páginas: 295
Editora: Arwen
E-book: Amazon
Nota: ❤❤❤❤❤  

E-Book | Físico |
Sinopse

Kitty é uma gata sarcástica e cheia de mistérios que aprendeu a viver nas ruas há mais de quatrocentos anos. Independente e esperta, ela foge de qualquer contato humano, já que deixar-se ser adotada é o seu pior pesadelo. O grande medo dessa felina é que alguém desperte dentro dela o seu maior segredo. Vivendo nos becos da cidade de São Paulo, Kitty conquista o coração de Eduardo e, contra sua vontade, vira um animal de estimação. Tudo o que essa gata não queria que acontecesse. Entre as diversas tentativas de fuga, ela se vê cercada de afeto e carinho pelo seu novo dono e começa a ser cativada. Então, é Eduardo, seu dono ruivo e charmoso, que desperta o que Kitty tem de pior. Quando ele deseja que sua amada amiga de estimação seja mais do que ela realmente é, a gata precisa correr contra seu próprio instinto. Ser quem ela foi condenada a ser, ou viver como quem ela verdadeiramente é? Dividida entre duas espécies, Kitty precisa decidir o destino de sua vida para viver um grande romance.


Resenha

Kitty reuni tudo que eu gosto em um livro, romance, fantasia e uma dose de mistério. Kitty é uma gata de rua com a pelagem de cor e olhos marcantes, como todo felino Kitty é independente, arrogante e cheia de si mas ela também possui um outro lado que é sensível, sarcástica, mal humorada, teimosa e às vezes indecisa. Ela está acostumada a se virar sozinha, mora em um beco escondido e consegue comida em um restaurante local mas se engana quem acha que a cidade de São Paulo não tem os seus perigos para uma gata de rua Kitty não é uma gata comum, ela tem 400 anos e ao longo dos anos ela aprendeu truques e como viu a cidade de São Paulo se transforma no que era hoje.
Eduardo é dono de um restaurante, ilustrador, desenhista,uma pessoa muito boa mas com baixa autoestima e de quebra ainda coleciona uma ex namorada abusiva e megera. Em uma discussão com sua ex, bebe todas e acaba no beco que Kitty mora, vê e acha que é um gato macho resolve adotar o gato de rua, mas para Kitty foi uma ofensa e não ficou nada feliz de ser levada visto que rua é como sua casa e está convivência com Eduardo pode ameaçar o segredo que Kitty esconde.
A premissa e prefácio do livro chama bastante atenção visto que tem uma ideia original sem falar que é um prato cheio para os amantes dos animais.
A capa de Kitty ficou linda tanto na versão de capa dura como na versão de capa comum e mais importante ela representa a história, a diagramação também estava boa, a autora só se enrolou com a estrutura do livro. 
O livro é escrito na primeira pessoa, o que fez aumentar o mistério sobre o segredo que Kitty esconde. A escrita da autora é perfeita, tornando assim a leitura fluida e com personagens bem construídos que faz você se apegar a eles ou simplesmente odiar outros. Confesso que algumas características dos personagens me incomodou um pouco como a baixa autoestima de Eduardo e a teimosia exagerada de Kitty insistindo na mesma coisa várias e várias vezes.
O início começou muito bem, instigando o leitor, com personagens bem elaborados e marcantes, só que com o desenrolar da história foram acrescentado algumas cenas que poderiam se enxugadas sem prejudicar o enredo pois foi dado muita ênfase em algumas cenas e os capítulos finais mereciam uma dedicação maior não houve teve o que acabou deixando a desejar, dando a sensação de vazio e vários questionamentos sobre o passado e sobre os personagens e que deveria ter trabalhado melhor os esses detalhes e reviravoltas. Apesar desses pontos conseguiu, fazer com que eu aproveitasse e gostasse e apreciasse a leitura.
O romance é bem trabalhado e esteve em sua maioria no foco da história mas como amante de uma boa ficção gostaria que esse foco tivesse sido dividido pois o lado da fantasia da história poderia ser explorado através do passado de Kitty, referências e o que fez de Kitty se quem ela era ou até mesmo explorado a decisão sobre a vida de Kitty no final, não deixando pontas soltas.


 Acompanhe-nos nas redes sociais
Follow That Unicorn

Resenha | Trilogia das Cartas (Jardim de Escuridão – Vol.1) – Bianca Carvalho

Ficha Técnica

Título: Jardim de Escuridão | Autora: Bianca Carvalho| Editora: EraEclipse| Páginas: 308| Compre aqui: Editora EraEclipse | E- Book: Amazon |Adicione o livro no Skoob: Jardim de Escuridão


Classificação:| |
Sinopse

“Todo dom pode ser uma bênção ou uma maldição…”
Quando Faith Connor recebe uma carta deixada por sua avó, após a morte da mesma, contendo um último pedido, ela não esperava que sua vida ganharia um rumo inesperado.
Detentora de um dom especial de compreender as flores, cujos significados lhe fornecem visões de acontecimentos futuros, ela atende o pedido da avó, levando uma flor especial a seu túmulo e acaba conhecendo Rowan Allers, um homem atormentado pela morte da irmã, assassinada por um serial killer.
Sentindo uma estranha conexão com aquela história, Faith o ajuda a investigar, sem nem saber que seus destinos estavam ligados de forma perigosa e até fatal.

Resenha
Faith recentemente perdeu o seu marido e seu filho no ventre em um acidente de carro em que a mesma conduzia, porém nunca encontraram o corpo de seu marido Henry que deu algumas esperanças que seu marido esteja vivo, porém nada foi encontrado.Já não bastava a dor de perder seu marido e seu filho que nem conhecera inesperadamente sua avó Lolla morre e deixa cartas destinadas para sua três netas: Faith,Cailey e Tatiana, mas com datas diferentes.
Faith foi à primeira receber a carta de sua avó que acreditaria ser uma de despedida ledo engano nas cartas de sua avó dizia instruções para que pudesse mudar o destino de suas netas. Não ficaram nem um pouco surpresas, pois na Família DeWitt era comum, as mulheres terem dons e o dom de Lolla era prever o futuro.

Seguindo as ordens de sua avó, ela se deparou com uma visão que teve que fez ir ao túmulo de uma desconhecida Úrsula Allers e lá depositou um buquê de flores como sua visão havia pedido.Enquanto ela colocava as flores fora surpreendida por Rowan Allers que era o irmão gêmeo de Úrsula com certa curiosidade ela pergunta sobre a morte de sua finada irmã e o mesmo responde contando que ela foi vitima de um serial killer chamado Assassino de Noivas.
Faith sente atraída com o caso de Úrsula e começa pesquisar mais sobre ele e se ver inserida no caso Assassino de Noivas junto com Rowan, mas nesse mistério eles descobrem mais do que eles realmente queriam.
Jardim de Escuridão é o primeiro livro da Trilogia Cartas que é um suspense sobrenatural que te intriga desde o começo, no qual fica desesperado para concluir o livro e descobrir os mistérios do livro.
O enredo é bastante fluído, sem deixar nenhuma ponta, porém dando continuações para as historias de Cailey e Tatiana, no qual foi bem construído, o ponto de vista é intercalado entre os personagens principais e secundários sendo narrado na terceira pessoa.
Os personagens foram construídos com tanto êxito que podemos saber logo de cara suas personalidades que me fez sentir próxima a eles.
A capa do livro é bastante bonita e representa a história, não posso falar da diagramação do livro porque li em e-book por isso vou ficar devendo fotos do livro.
Estou bastante curiosa com a continuação dessa trilogia que nem esperei ler o segundo que retrata a carta de Cailey e pulei para a última carta de Tatiana espero não pegar tanto spoilers do segundo…
Recomendo esses livros para todos que gostam de livros cheios de mistérios com seriais killers que ao mesmo tempo tem um romance nada meloso.

Resenha | Cada menina tem sua Historia – Renata Sarmento

Ficha Técnica
Título: Cada menina tem sua historia  | Autora: Renata Sarmento | Editora: Viva | Páginas: 71 | Compre aqui: Cultura , Saraiva, Editora Viva  | Fanpage: Cada menina tem sua historia  | Adicione o livro no Skoob: Cada menina tem sua historia 

Sinopse
Cada menina tem sua história propõe um reflexo sobre a vida e a morte através de pequenas e sensíveis narrativas que têm como ponto de partida o nome de mulheres-meninas. Bem minha primeira impressão do livro, era contos sobre a vida amorosa dessas 6 meninas que são Mel, Paola, Maria Madalena, Vitória, Renata e Isabel. O que foi uma grande ilusão pois não tinha nada a ver com as minhas primeiras impressões sobre o livro, mas gostei bastante dos contos dessas meninas. 

Resenha
Bem na verdade são 6 contos sobre essas meninas que eu citei antes, os contos são diferenciados têm tudo que você pode imaginar desde romance, tragédia, Suspense e Mistério. Esses contos vão fazer você refletir em sua vida e fazer você repensar em suas decisões pois pode ter consequências. Os personagens são todos diferentes não tem como você comparar um com outro. Mel uma menina-mulher delicada que chegar a ser muito fofa e Paola uma menina-mulher muito Inocente. O Livro é bem pequeno, porém tem um espaçamento muito bom com, a capa de uma menina que na minha opinião seja a Mel, ele possui orelhas e cada capitulo tem uma imagem dessas meninas-mulheres. O livro tem uma ótima narração que me lembrou muito de um filme, a descrição dos personagens é bem completa, os personagens são cativantes e o enredo vai te surpreendendo em cada conto que ali contado. Como disse antes o livro é bem pequeno, uma vantagem para as pessoas que começaram agora no mundo da literatura brasileira, além de ser leve e pequeno.