Etiqueta: Conto de fadas

Resenha | Segredos de um reino sem nome: O Saotur – Vol. 1 – Natalia Smirnova Moraes


Olá Quimeras, finalmente uma resenha que não tenha sido programada! Quem me acompanha nas redes sociais – caso não acompanhe nas minhas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter – sabem que estava com problemas no notebook, no qual acabou morrendo, mas agora estou com um novo e poderei voltar à ativa. Portanto antes de iniciar a resenha deste livro que por sinal foi um dos melhores livros de fantasia que li no ano passado (2016) devo pedir desculpas pela demora da resenha e pelo o meu sumiço nas redes sociais.
Segredos de um reino sem nome é uma trilogia em que o primeiro livro é chamado Saotur. Um livro que podemos encontrar mistério, aventura, personagens fortes inclusive as femininas e também um amor proibido.

“Ela é como o oceano (…) como as águas misteriosas contendo em si correntes poderosas, berços calmos e as mais avassaladoras tempestades”

Segredos de um Reino Sem Nome – Saotur – Vol. 1
Gênero: Alta Fantasia e Contos de Fadas
Páginas: 293
Editora: Independente
E-book: Amazon
Nota: ❤❤❤❤❤  Amei

Sinopse

Se o bater das asas de uma borboleta pode causar uma tempestade do outro lado do mundo, poderia então uma pérola afetar o destino de uma raça inteira?Depois de se aventurar pelo mundo em um navio de saqueadores e criminosos, Constantin Teller é levado por um trágico naufrágio à terras das quais o mundo nunca ouviu falar. Terras guardadas por escudos de Menelau como se fossem o maior dos segredos. O forasteiro é resgatado por Lyhty Morken Fin, uma jovem que chama a atenção pelo olhar de cor púrpura e vitalidade contagiante, e que torna-se uma amiga para a qual ele confessa uma vida de crimes e promiscuidade. Aspirante a escritor, Constantin deseja espiar seus crimes quando é levado até a capital onde passa a morar. Mas nem tudo está em paz nessas terras estranhas e a aparição do forasteiro apenas esquenta ainda mais os ânimos de um povo dividido, de uma raça oprimida e de um castelo envolto em mistérios. Um confronto entre o povo das águas e o reino já é inevitável.

Resenha

Um náufrago que perdeu toda sua tribulação, no qual viveu momentos tormentos e vergonhosos no Volvet, no qual vários saqueadores piratas navegavam os mares e um deles era o conhecido Constantin Teller que foi encontrado a beira da morte, no qual estava desnutrido e cheio de dores em que muitas destas dores foram causadas pelo sol.

Contudo parece que estava com sorte, pois uma cidadã de um reino, qual não sabia o nome e diferente de tudo que viu ou ouvir falar, até mesmo para ele que tinha conhecido grande parte do mundo a bordo.
O reino havia seus mistérios e segredos que não tinha sido explicado, afinal ele não sabia como tinha conseguido chegar até ali, mas se recordava de uma mão de pele acinzentada e com garras negras que lembravam um defunto, porém para o bem de sua consciência lutava para acreditar que aquilo era apenas sua mente brincando consigo.
Neste reino Constantin encontrou uma nova chance de tentar ser alguém melhor, porque sua consciência pesada perante suas ações desonrosas que cometera a bordo do Volvet, já que ele era um homem sem nenhum puder que consideravam mulheres como apenas um objeto de diversão, pois sua criação fora feita pelos piratas que educaram e ensinaram.

Esta não é mais uma história sobre um náufrago que não consegue se lembrar de quem é, ou de onde vem. Constantin se lembrava de tudo perfeitamente, porém, preferia esquecer. 


Entretanto a chegada do forasteiro Heller trouxe várias consequências, no qual resultou na quebra do pacto entre Humanos e os Saotur que eram duas espécies diferentes, já que os Saotur são seres originalmente do mar.

Saotur são uma espécie de seres da água “semelhantes” a lenda das sereias, porém eles são predadores que comem carne humana, digamos que não é uma sereia Ariel da vida, contudo eles possuem regras que de certa forma estão acabando com eles.

O humano teme o que não entende.

Definitivamente não sei como expressar os sentimentos e tudo que sentir ao ler “O Saotur” que é um livro fantástico totalmente inusitado que me inseriu em um reino mágico com a descrição detalhista da autora, apesar de ter tanto detalhes na narrativa. A autora soube detalhar sem que ficasse tão ameno ou mórbido o livro, o que de fato não pesou, pois a cada capítulo ela deixava cada vez mais misterioso com aquele ar mágico que me fez acreditar que o reino que ela contava era tão real quanto o mundo que vivemos, mas também sentir raiva e tristeza quando os cidadãos tratavam os Saotur, apesar disto entendia que a autora quis passar, no que deixava tudo mais real. Os capítulos fluíam de uma maneira surpreendente que me deixava afoita sobre o que iria acontecer com a Helena e o Lotus, ou, Constantin e sua adaptação ao novo mundo e o mundo dos Saotur.
O livro é narrado na terceira pessoa, pois assim ela pode explorar vários pontos de vistas e personagens que são de suma importâncias para entender mais sobre as regras e como se organizava o reino que foi apresentado. Definitivamente o livro me conquistou e cativou de diversas maneiras, tanto pelas personagens femininas que se mostraram fortes como também pelo universo, além das cenas que deixavam o ar denso por causa do mistério que ocorria ali.

Se você ama fantasia, não, pode deixar de ler “O Sautor” que é um livro que você vai se apaixonar em cada capítulo e sentir fortes emoções quando falamos dos Sautor e sua sociedade, ou tanto com o final arrebatador que me deixou no chão. Quase literalmente. Se você der chance para este livro, não se arrependerá depois, pois é um livro maravilhoso do começo ao fim.

O que acharam da Trilogia Segredos de um Reino Sem Nome?  Os Sautor o que você faria se encontrasse na sua frente.  
Beijos e Até a Próxima Resenha 
Me acompanhe nas redes sociais

Resenha | Cada menina tem sua Historia – Renata Sarmento

Ficha Técnica
Título: Cada menina tem sua historia  | Autora: Renata Sarmento | Editora: Viva | Páginas: 71 | Compre aqui: Cultura , Saraiva, Editora Viva  | Fanpage: Cada menina tem sua historia  | Adicione o livro no Skoob: Cada menina tem sua historia 

Sinopse
Cada menina tem sua história propõe um reflexo sobre a vida e a morte através de pequenas e sensíveis narrativas que têm como ponto de partida o nome de mulheres-meninas. Bem minha primeira impressão do livro, era contos sobre a vida amorosa dessas 6 meninas que são Mel, Paola, Maria Madalena, Vitória, Renata e Isabel. O que foi uma grande ilusão pois não tinha nada a ver com as minhas primeiras impressões sobre o livro, mas gostei bastante dos contos dessas meninas. 

Resenha
Bem na verdade são 6 contos sobre essas meninas que eu citei antes, os contos são diferenciados têm tudo que você pode imaginar desde romance, tragédia, Suspense e Mistério. Esses contos vão fazer você refletir em sua vida e fazer você repensar em suas decisões pois pode ter consequências. Os personagens são todos diferentes não tem como você comparar um com outro. Mel uma menina-mulher delicada que chegar a ser muito fofa e Paola uma menina-mulher muito Inocente. O Livro é bem pequeno, porém tem um espaçamento muito bom com, a capa de uma menina que na minha opinião seja a Mel, ele possui orelhas e cada capitulo tem uma imagem dessas meninas-mulheres. O livro tem uma ótima narração que me lembrou muito de um filme, a descrição dos personagens é bem completa, os personagens são cativantes e o enredo vai te surpreendendo em cada conto que ali contado. Como disse antes o livro é bem pequeno, uma vantagem para as pessoas que começaram agora no mundo da literatura brasileira, além de ser leve e pequeno.