Nascida na União Soviética, Natalia (ou Natasha) é a filha mais velha de um grande artista de circo russo e uma bela bailarina do balé Bolshoi. Teve sua estreia como artista circense aos cinco anos de idade e passou a fazer parte do mundo de shows itinerantes dos pais. Quando tinha oito anos, sua família recebeu uma proposta para fazer shows na américa latina (em Lima – Peru). Depois de uma breve estadia em Peru, viajou com o circo por Chile, Uruguai, Paraguai e trabalhou durante dois anos em Argentina (Buenos Aires). Ao receber uma nova proposta de um grande circo brasileiro, a família toda mudou-se para o Brasil, onde ficaram definitivamente. Natalia aprendeu a escrever em português depois dos onze anos de idade e viveu fazendo shows até os vinte e quatro. Desde que sua carreira como artista acabou ela já foi balconista, modelo, vendedora, assistente, designer e até auxiliar de professor (em artes cênicas). Hoje é casada com um brasileiro e vive em Sorocaba, tendo “O Saotur” como sua estreia no mundo literário. Se o bater das asas de uma borboleta pode causar uma tempestade do outro lado do mundo, poderia então uma pérola afetar o destino de uma raça inteira?

Trilogia
 Segredos de um Reino Sem Nome
O Saotur

Depois de se aventurar pelo mundo em um navio de saqueadores e criminosos, Constantin Teller é levado por um trágico naufrágio à terras das quais o mundo nunca ouviu falar. Terras guardadas por escudos de Menelau como se fossem o maior dos segredos. O forasteiro é resgatado por Lyhty Morken Fin, uma jovem que chama a atenção pelo olhar de cor purpura e vitalidade contagiante, e que torna-se uma amiga para a qual ele confessa uma vida de crimes e promiscuidade. Aspirante a escritor, Constantin deseja espiar seus crimes quando é levado até a capital onde passa a morar. Mas nem tudo está em paz nessas terras estranhas e a aparição do forasteiro apenas esquenta ainda mais os ânimos de um povo dividido, de uma raça oprimida e de um castelo envolto em mistérios. Um confronto entre o povo das águas e o reino já é inevitável. Aventuras, segredos, traições, orgulho e amores proibidos são apenas algumas das facetas de um lugar cuja existência foi oculta por séculos. Histórias envolventes que vão mudar o rumo de muitas vidas, criaturas majestosas e revelações chocantes ilustram os capítulos deste livro.

Romance Medieval
Lobos Brancos entre Ovelhas

Eu estava lá. Sobrevivi ao caos, encarei a morte e a perda, tentei matar um homem com as próprias mãos e planejei um cruel assassinato. Rejeitei a pessoa que me amava e por pouco não matei minha alma gémea. Meu nome é Roury, sou filha do Hahlock do vilarejo Alradah e apenas eu poderia te contar essa história.

Perdoe meu linguajar simplório, meus excessos e franquezas. Eu nunca soube escrever, nunca precisei, mas hoje entendo que preciso. Aprendi há pouco, com um escriba. Essas palavras não são para minha família e muito menos para meu povo. Elas são para você, que está longe, perdido em algum lugar do mundo e do tempo. Sim, você.
Quem sou? Não passo de uma pobre moça, filha do Hahlock do vilarejo Alradah. Sou assim de corpo e alma.
Só de corpo e alma.
Não espero que entenda minhas atitudes, ou os costumes dos nossos povos. Espero de você uma coisa apenas…

Trilogia: Segredos de um Reino sem nome
Romance Medieval 
Lobos Brancos entre ovelhas (Em Breve)
Contos